Monday, November 17, 2008

Alguns rascunhos perdidos no meio do blog...

EU ESTAVA DANDO UMA OLHADA NO BLOG E FOI MUITO BOM ACHAR ALGUNS ESCRITOS PERDIDOS, QUE EU NÃO APERTEI "PUBLICAR" E QUE FICARAM AQUI... SENDO RASCUNHO, SENDO VERBO NÃO CONJUGADO... RESOLVI PUBLICÁ-LOS... SEGUE A DATA.. SEGUE AS EMOÇÕES... UAU... ATÉ EU AS REVIVI NOVAMENTE....

16/02/08 As vezes a gente esquece tudo o que já passou na vida. Esquece as lágrimas, as dores, esquece quem um dia já foi e quem um dia já quis ser. Esquece, pois a vida se encarrega de te dar outras lembranças outras coisas pra pensar e pra se preocupar. MAs sempre haverá uma música, um blog, cartas e lembranças na memória que te levarão de volta àquilo que vc já viveu.

Uma visita ao médico no meio da tarde e a pergunta: - E o que vc já fez da sua vida? Por onde já andou, o que já viveu? Fazia tanto tempo que eu não falava disso.... ai eu falei... com simplicidade, tão normal...quase como algo corriqueiro.... então a médica se emocionou - Puxa, vc já passou por muita coisa! Uma guerreira mesmo....

Na volta para casa, eu fiquei pensando em quantos caminhos eu já fiz chorando e rindo, rezando, pensando, sofrendo, amando. Quantos caminhos exatamente iguais àquele já presenciaram as minhas lágimas, os meus risos algumas de minhas dores. Quantas caminhadas na chuva e quantos momentos inesquecíveis....Quantos sonhos sonhados e vividos, alí, naquela vizinhança...

Me recordo do apartamento 33. Do dia em que pintamos, do dia em que subimos a cristaleira, costas acima. Do dia em que daquelas escadas eu tive a segunda visão masi triste de toda a minha vida. E eu me recordo de como alí, naquele apartamento, naquele endereço da médica de agora, naquele cep que me trouxe, mas me tirou tanto, o quanto eu fui curada pelas mãos d'Aquele, que só quem é fraco e covarde demais, não consegue acreditar em sua existência....Há... como És grande, como És poderoso... Ah! Como há no mundo alguém que consiga gastar tanta energia em dizer que não existes?

Algum sábado no fim de março....

Olha eu aqui traveiz! E o filho pródigo sempre retorna à casa. Nem sei porque cargas d'agua eu resolvi escrever aqui... Muitas coisas aconteceram nesses ultimos meses que me ausentei desse blog. Recebi uma promoção no meu trabalho, recebi visitas de muitos amigos que conheci no Canadá e que alegraram muito meu coração, emagreci mais um pouquinho, viajei, conheci gente maravilhosa, me diverti e fiz planos.

Muitas outras coisas que eu não posso colocar inteiramente na parte boa dos acontecimentos, também estiveram presentes nesses ultimos meses. Comecei um relacionamento que em um mês estava terminado, descobri que fiz escolhas profissionais um tanto quanto equivocadas, me individei, tives alguns problemas familiares que não serão mencionados aqui e amarguei momentos de tpm muito difíceis. Hoje o que venho falar nada tem haver com os acontecimentos.

São sim pensamentos em letrinhas que voltam a invadir o coração em pleno sábado calorento de quase outono. Eu tenho um ano inteirinho pela frente, um ano cheio de trabalho, de estudo e de curtição. Assumi para mim que quero ser solteira nesse momento, quero acalmar o coração, colocar os meus pingos nos meus "i's" e quero transformar definitivamente minha imagem pessoal. Quero nesse ano, que as portas se abram cheias de obstáculos escondidos, quero me ausentar do passado e ser apenas presente no futuro que se encontra em minha frente. Quero iluminar mais o meu sorriso, quero corresponder mais olhares sinceros. Quero mostrar ao mundo que vim fazer e não ser. Porque ser, já sou. Sou humana, sou errante, sou forte, sou inconstante, sou quase rima, que ser perder por gostar mais de prosa. Sou infinita até a página seguinte, sou latente, até que se feche os olhos. Sou exatamente aquilo que se vê. Sou exatamente o contrário do que você queria que eu fosse.

Ainda bem.... ainda bem

1 ano de Brasil... 25 anos de Alline Leal Ruas....<p>

Eu ja tinha ate esquecido desse lugar aqui.... mas diante a tantas coisas, a um coração tão cheio, precisava desabafar... ai lembrei que as vezes usava isso no meio da neve e das confusões lá no Canadá... É inacreditável o quanto as coisas mudam e ler isso aqui chega a ser a leitura de um diário de alguém que conheci há muito tempo, mas faz tempo que nao tenho notícias... ver os planos, as dores e as fotos(rs), me fazem ver que a evolucao acontece mesmo quando nao acreditamos mais nela...

Um ano de Brasil, depois de tomada a decisao de que aqui nao ficaria mais. Um ano tomando o metro lotado todos os dias, convivendo com as coisas que me incomodam la no intimo e aprendendo a amar aquilo que eu jamais amaria. Me ver hoje desfrutando de uma musica no transito ou ate mesmo falando que o metro estava ok, em plena segunda feira so porque eu consegui entrar sem ser esmagada, eh de fato algo que poucos acreditariam. Eu com certeza me incluo nos incredulos. HAHAHA se nao me incluo...

Mas a vida sempre mostra que as coisas sempre se encaminham e que nao adianta direcionar o barco contra o vento... o barco vai pra onde tem que ir e pronto e ponto. Os 25 anos chegaram e a promessa de entrar naquela calça, a promessa de amigos novos, sentimentos novos e pensamentos novos foi deveras ate o fim e hoje essa Alline tem desejos tao diferentes de outrora que as vezes nem acredita... A calça já entra e arrisca até a ficar larguinha! Os amigos, bem ta na cara que foram reciclados, cultivados e aumentados de tamanho, de intensidade. O desejo de ir embora foi adiado, não esquecido. E o sorriso??

Bom esse é o de sempre... mais puro do que nunca. Largo e sincero como sempre.

Ainda bem que tem coisa que nunca muda.... Ainda bem...

1 comment:

Lidi said...

Ah Alli, como é bom ler seus escritos e ter a sensação de sentir algumas coisas bem iguais... os sentimentos, as mudanças, o Brasil, as amizades, ufffff.... quanta coisa vivemos um um curto período de tempo heim.
Adorei o fato de vc ter publicado algumas recordações que eram meros rascunhos... Isso me fez mais feliz!! Mais compreendida!! :D

E minha felicidade ta só que aumenta, né? Afinal de contas... terei a honra de tê-la em minha casa e te apresentar o mundinho da Lidi! :D ;)
To ansiosamente feliz te esperando!!

BJOOOOO