Tuesday, February 20, 2007

Satisfaçãozinha...

O Carnaval acabou e falar com meus amores deu um boost na minha inspiração e me mostrou que preciso atualizar isso aqui pra atualizar vcs.

Os últimos posts foram uma espécie de desabafo. Se fosse no Brasil usaria o telefone, a padaria Viana, vinho e chocolate e tudo passaria. Mas há 6 horas de diferença de todos esses recursos me fazem as vezes entrar em pânico.

Foi uma decisão que tomei e me arrependi. Mas passado o momento pânico, voltei, analizei e vi que era o melhor a fazer. Não dá pra mentir pra mim mesma. Se têm uma coisa que não consigo é mentir. Nunca rolou, não ia ser dessa vez que ia rolar né? O problema é que aqui " longe dos meus" as coisas criam certa intensidade.

O que o Thiago disse têm uma certa verdade - ficar só consigo mesmo é perigoso. É muito tempo pensando em vc, se preocupando com suas coisas, vendo o seu próprio umbigo, não tendo um outro pra se preocupar, pra escutar, pra se envolver. Juntando isso com um término de namoro (têm meio haver com a tal da decisão) a falta das amigas por perto ( Polly, vou falar de vc!! mas tem que começar a ler hehe!!) e a falta do sol, se vc num tem uma cabeça muito boa a coisa explode. MAS, percebi que, minha cabeça as vezes é boa até demais. Eu não tenho idéia do que quero nem do que vou fazer e cada pessoa que me pergunta quando eu volto, não tem idéia do mal que faz comigo ( SIM SIM isso é um toque SÚTIL pra que vcs parem de me perguntar isso!) não tenho noção do que vai ser do meu próximo mês, tem dias que amo esse lugar tem dias que odeio, mas cada vez mais me conheço, me amo, aprendo comigo coisas que só eu poderia ensinar. Aprendo a viver dentro de alguém forte, firme e que merece respeito. Aprendo a me respeitar, a entender meus limites, a entender minhas vontades e "desvontades", aprendo a entender do que sou feita. Não dá pra querer lutar contra aquilo que se é feito. E nesses últimos dias parei com isso. Parei com essa luta constante de querer entender o que não têm sentido, querer tocar o céu dos outros sem tocar o meu, parei de querer enxergar a vida com o olhar alheio, com o sonho alheio. Parei de querer uma mudança que não quero, mas que achei que tinha que ter. Com isso aprendi que toda a dor vem do medo de sentirmos dor. Renato Russo e daí que que tem?! rs Se eu não quiser me envolver, vou sofrer pois não me envolvi. Se lutar contra o envolvimento, sofrerei pois lutei mas mesmo assim me envolvi. Se me envolver, vou sofrer pois houve o envolvimento. Nessas três opções pelo menos na última em algum momento fui feliz. Hj entrei numa comunidade do orkut que meu, a melhor!! Explica tudoooooo!! - Não confio em gente feliz (perfil da comunidade - Se você também acha meio suspeito esse povo que vive alegre e feliz o tempo inteiro, tem centenas de amigos e "migas", e esta sempre "xonaduu", parecendo até que vive em comercial de leite em pó, tentemos entender porque aparentemente não da para se confiar em um sequer deles. Todo mundo que já fez algum bem nesse mundo não andava por aí todo serelepe, pode conferir)E por que essa comunidade ? Porque isso é que tava me incomodando.

Eu tinha um namorado lindo, fofo que me amava, eu to no Canada onde queria estar, eu to com saude, to bem essas coisas todas e papapipopopo e tava fula da vida porque num andava toda serelepe por ai!

Cara , sem tristeza não têm poesia! Sem sofrimento num têm aprendizado, sem dias nublados não dá pra dar valor ao sol, sem momentos de solidão não dá pra reconhecer a beleza de se ter amigos, sem as merdas da vida não dá pra dar risada depois que aconteceu. E sem tudo isso não daria pra ser a mulher forte que sou hoje. Vejo por ai tanta gente fraca e sem nenhuma graça. É por isso que a suíte do melhor hotel de Vancouver não me foi suficiente. É por isso que qualquer eu te amo não me bastou. É por isso que São Paulo não foi suficiente, Vancouver já não está sendo mais e o mundo não será! É por isso que serei inquieta, estarei sempre em busca da felicidade, da realização, desse algo mais. Esse algo mais que as vezes existe, as vezes não. AS vezes é uma viagem, as vezes é um amor, as vezes é um emprego, uma casa, um amigo, um regime, uma calça nova.

E respondendo a pergunta de vocês que não pararam um minuto de me perguntar - mas vc ta bem? vc ta feliz?

Não precisa estar feliz pra estar bem.

Nem todo mundo que tá bem, está feliz.

É isso!

5 comments:

Rachel said...

O ahummmmmmmmmmmmmmmm já acabou ne!
E bom poder participar desse momento contigo! Mesmo que seja so por um microfone e uma web cam...E bom poder ver estampado no seu rosto o crescimento, a força e a coragem de seguir em frente!
Gosto desses teus momentos de profundos pensamentos e sentimentos! Você é tudo! Você é a minha Li, aquela menina que me conquistou e que se transformou nessa mulher que me reconquista a cada dia, com essa sede de querer sempre mais e melhor!Te amo! And I'll be there for you when the rain starts to fall, I'll be there for u 'cause you're there for me too!

Anonymous said...

hum... me deixou sem muitas palavras... analisando... Lu

Rita said...

hahahaha! ladra de comunidade!
Li, adorei o que vc escreveu obre felicidade e estar bem ... existe mesmo muita coisa entre os dois, e é bom não confundir!!!! (hoje, por exemplo, eu estou feliz ... mas não estou bem! cólica, dor, medo, insegurança... mas estou feliz!!! kkk)
Bom, continue escrevendo aki, please!
bjo
teamoooo

Polly said...

Aeeeeeeeeee!!
Entrei no seu orkut, pra vim ler aqui... Tá vendo que evolução?? Aliás entrei nesse instante 23h48 aqui... Capisce??
Lli, "aprendo comigo coisas que só eu poderia ensinar"!! Eu tbém aprendo tanta coisa com vc que só vc poderia ensinar... è vero!!
Essa frase resume o q achei de tudo q vc escreveu!
Te amo amore,
Bjocas,

Vi said...

Putzá
Acho q nao precisa de + nenhuma palavra, vc disse tudo neste post.
Principalmente sobre estar feliz e estar bem.
Estou bem, e nao estou feliz.
Td está tranquilo, mas .. esse mas ferra tudo né.
Mas vamos q vamos..
Td há de se encaixar da maneira como tem que ser.
ELE sabe de tudo. ELE faz o melhor pra gente.
bjs