Monday, October 16, 2006

Post insignificante

Esse post vai ser inútil... eu ja te aviso. Se por acaso vc esta com pressa, se veio aqui só pra saber se tenho novidades, nao se iluda. Desencane, tente mais tarde, pois esse aqui vai ser totalmente fora da realidade, num tem nada haver com nada...apenas um monte de rabisco(digital) e pensamentos com legenda... nada mais que isso. Se vc nao lê-lo não vai mudar nada. Acredite. Se vc continuou deve ser pq num tem nada pra fazer como eu. Ou melhor, como eu, vc deve ter sempre coisas pra fazer, mas simplesmente nao faz. Poderia estar na academia, poderia estudar, ler um livro, alugar um filme, ir trabalhar, ligar pra alguém, arrumar a casa, mas o ócio é presente na sua vida, como na minha e então vc decide ficar na fdp da internet. Não que seja um vício e vc não sai mais de casa por causa da net, nem que deixa de reparar como as folhas já estão vermelhas e que o outono realmente chegou, mas vc simplesmente gasta seu tempo "mais-ou-menos-livre" nela. Falando em folhas vermelhas, acredita que eu nunca tinha reparado nisso!? Mas por onde passo já vemos as cores avermelhadas, alaranjadas das fo arvores, o chão lotado de folhas, aquele cenário lindo, que eu nunca reparei se São Paulo têm ou não. Tem???? Isso é estranho... eu sei exatamente quantos quarteirões eu ando para chegar no ponto do onibus, eu sei o nome das ruas, eu sei o ponto final do meu onibus, sei dizer o carro que meu vizinho tem, sei se o meu quintal tem flores novas ou não, porém se vc me perguntar o nome do meu vizinho no Brasil, eu vou ter que dizer simplesmente com cara de bolinho - Sabe que eu não sei... Eu não sei dizer o nome da rua da esquina da casa do meu pai e se tiver que pensar não de cor todas as estações do metro. O que São Paulo faz com a gente é simplesmente desumano. Vc mora na mesma cidade, vc faz o mesmo caminho todos os dias, vc frequenta, praticamente, os mesmos lugares, mas vc não tem a mínima idéia do que acontece na cidade. A única coisa que paraliza a cidade, que faz vc ver a avenida Paulista vazia e o jogo da copa ou os ataques do PCC. Ou melhor, será que só eu que não tinha a menor idéia do que acontecia por lá? Será que era só eu que me sentia fora de alguma coisa, sem razão de estar alí, fazendo aquelas coisas-todas-iguais-todo-santo-dia? Eu vejo como minha vida e tranquila aqui. Eu faço tudo sem correr, eu desacelero meu passo, eu reparo nas folhas, eu me divirto com pouco, eu dou mais risada, eu me sinto, me vejo muito mais. É tão bom andar na rua sem preocupação, sem pensar muito, sem ter sempre que estar de algum lado, ser alguma coisa, provar algo pra alguém.... É tão engraçado, eu não consigo me imaginar voltando... apesar de saber que um dia eu vou ter que voltar... eu não consigo pensar em como estaria as coisas ai no Brasil se eu estivesse por ai. Simplesmente porque pela primeira vez, depois de muiito tempo, eu estou exatamente no lugar onde eu deveria estar. É bom sentir a chuva do lugar que vc escolheu para ser seu, ver as coisas acontecendo, talvez não do jeito que vc imaginou, mas do jeito que deveria acontecer. E mesmo os certificados parecendo tao distantes das minhas maozinhas alcançarem( serissimo fodastico, merece um post mais serio pra falar sobre isso) mesmo eu torrando todo o dinheirinho que me resta, estou longe dos meus amigos, longe do meu pai, longe do que eu posso chamar de meu país, mas eu estou tão feliz aqui.... Lógico que as vezes me bata um - será que é isso mesmo que eu deveria fazer da minha vida? Mas se ninguém vier aqui pra me dizer o que eu devo fazer num dá pra saber... então só dá pra supor que o que me faz feliz é por ai que devo ir.. então, por enquanto é nessa ilha que continuo minha viagem, nesse barco que sigo cantando, e vivendo minha nova vida, dentro dessa minha nova Alline. É tão legal..essa nova Alline... gosto tanto dela! rs! Ela ta gordinha, ta com o cabelo que eu num gosto, ta solteira, mas ela ta tão bem com ela mesma... ta vendo o quanto cresceu, ta vendo o quanto as coisas passam e que só fica vivo os sentimentos que são de verdade... e os que ficaram vivos são tão lindos, tão puros...

"Todo sopro que apaga uma chama, reacende o que for pra ficar...."
É com essa Alline que encaro minha vida nova, que abro meus braços, reparo nas folhas do outono e vivo minha vida, paciente e tranquilamente.... Deixar chover BOm no meio desse post aconteceu um monte de coisa... e eu ate resolvi mudar de assunto... mas continua sendo apenas pensamentos em legendas... Por que eu não consigo ser assim, tão leve:?Lógico pq eu me mato no chocolate e no pão, mas é outro tipo de leveza que eu falo agora... por que eu não consigo ser maluca, fechar os olhos e mandar ver ? Por que eu não consigo me entregar, não consigo viver loucuras de verdade, só essas loucurinhas meia bocas ? Por que insisto em viver de regras que eu construi, que eu aceitei e que hoje já não aceito mais, já não acredito mais, já não quero mais viver? MAs por que eu num tenho coragem de falar isso em voz alta? De assumir que eu não quero mais viver o que eu queria viver a alguns anos atrás, que eu posso não saber o que eu quero viver mas que eu bem sei o que não quero. Por que pra certas coisas eu sou tão pra frente e para outras ando tão pra trás? Por que não tenho coragem de fazer o que realmente quero, o que realmente sinto, o que realmente me dá prazer? Quem foi que disse que isso ou aquilo esta certo ou errado? Se essa última borboleta que passou no meu estomago me ensinou alguma coisa, foi isso. Não há certo ou errado, há apenas pontos de vista... Por que eu insisto em me prender num mundo de fantasias, me pinto diferente quando na verdade eu não quero mais ser? Eu quero agora apenas sentir. Eu quero apenas deixar chover.... Chover a chuva, a lágrima, o beijo, o amor, a tristeza, a emoção, a falta de razão, a aventura, o novo, o sorriso, a busca, a procura... Então CHOVE!! mas chove muito Raincouver, pois eu estou mais que preparada!
.... ou não....

3 comments:

Vivi said...

é mais fácil nos predermos ao velho.
as mudanças, algumas radicais, 'nos fazem pensar, e pensar mto.
em tudo oq a gente já acreditou algum dia.

apenas seja.
nào pense.. pensar pra quê? pensamentos causam ulcera.
sempre causaram.
respira todo ar q há pra ser respirado.. APROVEITE o q VOCE tem vontade..
Aceitar regras nem sempre nos faz bem, as vezes causamos mal a nos mesmos..
e pra falar a verdade, e melhor nos arrependermos do q fizemos..
o nao tentar, nao aproveitar, geram mais pensamentos, mais duvidas, .. o " E SE..... " é horrivel nao?

E vc está observando mais ao redor pq vc nao está, quem sabe, menos centrada em si... pensando mais ao redor, e em todas as coisas q vc gostaria de guardar pra sempre na memoria?

Acho q escrevi d +

o Importante de tudo é: BOM Q VC ESTÁ FELIZ!!!!!
ISSO É O MAIS IMPORTANTE

BEIJOS VIVI

Askinstoo said...
This comment has been removed by a blog administrator.
Rita Durden said...

Li, amei esse post! E vc se enganou muitissimo quando disse que ele nao mudaria nada!!! MUDOU!
MUDOU MUIOOOOTO!
São Paulo paralisa e escraviza as pessoas.. eu me sinto tão oprimida aki... Bom, masi so vc já sabe!!!
Gosto da nova alline, ou melhor, já AMO a nova alline.
E eu sei aque vc conseguirá ser mais livre e mais leve.
Tenho uman ova teoria sobre isso, mas não dá pra escrever aqui... Vou te fazer um e1/2.

Continue escrevendoooo
te amo
bjoca